Transposição

Transposição

Nem sempre recebemos a partitura partitura escrita para trompete do tom daquele que possuímos. Essa não é a única razão para um estudo sistemático de transposição – muito benefício intelectual pode ser colhido do exercício desses estudos.

Supondo que você tenha um trompete em Bb (si bemol) e recebeu partitura para trompete (ou outro instrumento) em:

C – Dó

  1. Mude a armadura da clave um tom acima – a idéia é somar dois sustenidos ou retirar dois bemóis (‘regra da compensação’ – no caso de um bemol, retira-o e adiciona-se um sustenido, claro).
  2. Pense nas notas um tom acima.

É nessa transposição que mais devemos nos exercitar. É muito comum termos de tocar partituras escritas para instrumentos não transpositores.

D – Ré

  1. Mude a armadura da clave uma terça maior acima – some quatro sustenidos ou retire quatro bemóis (tendo três bemóis, retira-os e adiciona-se um sustenido. Com dois, adiciona-se dois e assim por diante).
  2. Toque as notas uma terça maior acima. Veja que o espaço vira linha e vice-versa.

A – Lá

1. A armadura da clave deve ser transposta meio tom abaixo. Com sustenidos, X se torna Xb (Exemplo A se torna Ab, B – Bb). Pense para bemóis a seguinte regra: 5 menos o número de bemóis é igual ao número de sustenidos.

2. No caso de sustenidos, as notas não precisam ser movidas – leia como está escrito. Com bemóis. Leia as notas meio tom abaixo (apenas pense uma ‘nota’ abaixo e a armadura da clave dá conta de tudo).

Eb – Mi bemol

Caso vá executar uma partitura para trompete Eb (ou sax alto), esse é o procedimento.

  1. Transponha a armadura para uma quarta justa acima. Some um bemol ou retire um sustenido.
  2.  Leia as notas uma quarta justa acima. Lembre-se que espaço vira linha e vice-versa.

E – Mi

  1. Transponha uma quarta aumentada. Some seis sustenidos ou retire seis bemóis (lembre-se da ‘regra da compensação’).
  2. Leia uma quarta aumentada. Pense quatro ‘notas’ acima e a armadura de clave cuida do resto. Espaço vira linha e vice-versa.

F – Fá

  1. Mude a armadura uma quinta justa acima. Some um sustenido ou retire um bemol.
  2. Leia uma quinta justa acima. Espaço permanece espaço e linha permanece linha.

3 respostas para Transposição

  1. João Régis Souza Costa disse:

    Muito obrigado, por tirar as minhas dúvidas a respeito da transposição.

  2. sonia negreiros disse:

    sou estudante de canto lirico novata, estou tentando cantar carmen habanera de bizet mas como sou contralto preciso transpor a partitura 1 tom abaixo e nao sei fazer. gostaria de saber se voce faz e quanto cobra. tenho apresentacao e preciso urgente. aguardo Sonia

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s